Mãe e filho criam aplicativo de transporte sem taxa no primeiro mês para motoristas no Amapá

O aplicativo Rapidola atingiu a marca de 300 clientes cadastrados em menos de 12h no ar

Nos últimos meses foi possível acompanhar inúmeras reclamações de motoristas serviços de transporte por aplicativo sobre as taxas abusivas cobradas grandes empresas. Atualmente essas plataformas recolhem entre 20% e 25% do valor das corridas. Foi pensando nisso que Cayton Farias, de 25 anos, e sua mãe Ana Santos, de 48 anos, decidiram criar um aplicativo de transporte alternativo no Amapá.

CONHEÇA O CANAL DO CATRAIA DIGITAL NO TWITTER. CLIQUE E SIGA!

“A necessidade que vimos neste problema, nos motivou a encontrar uma solução. Então, eu e minha sócia, que é a minha mãe tivemos a brilhante ideia de criar um aplicativo de motoristas especificamente para o Amapá, onde a gente conseguisse valorizar os motoristas da nossa terra”, explicou o jovem empresário Cayton Farias.

Lançado na última segunda-feira (05), o aplicativo Rapidola não cobra taxas por corrida no primeiro mês, após esse período serão cobrados apenas 5%. Em menos de 12h no ar, o aplicativo já tinha alcançado a marca de 300 clientes cadastrados.

“Decidimos investir um capital relativamente baixo para a produção do aplicativo e conseguimos desenvolvê-lo e tirar custos que a gente teria com ele automaticamente para não cobrar taxas tão absurdas dos nossos parceiros, que são os motoristas”, destacou Farias.

De acordo com administradora, Ana Santos, o baixo custo de investimento e aas baixas taxas de cobrança também possibilitou que o valor cobrado pelas corridas ficasse abaixo do mercado para o consumidor.

“Além de ser um serviço genuinamente amapaense, o aplicativo oferece um valor acessível para clientes e facilidades para os motoristas. Conseguimos dar suporte aos nossos clientes – tanto passageiros, quanto motoristas – além de ser seguro, é mais barato para o passageiro, porque não cobramos taxa”, destacou.

Eulálio Reis, de 28 anos, foi um dos primeiros motoristas a realizar o cadastro no aplicativo. Para ele, a vantagem de pagar um valor tão baixo por cada corrida foi o principal atrativo, já que, segundo ele, com as outras empresas o lucro estava cobrindo apenas os gastos com gasolina e manutenção do veículo.

SIGA O CATRAIA DIGITAL NO INSTAGRAM!

“A primeira semana foi muito produtiva, muitos clientes chamando o Rapidola, gerando lucro ao motorista, além de uma novidade boa e nova, ainda tem vantagens. Eu tinha muitos problemas com outros aplicativos grandes, a taxa deles é muito alta, quase 30%, gerando lucro só pra gasolina quase”, frisou Reis.

Facebook Comments Box

Gabriel Dias

Repórter e editor no site Catraia Digital, com passagens pelo G1 Amapá, Portal Terra e Torcedores.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.