Filme amapaense intitulado “Açaí” participa do Festival Guarnicê de Cinema

O curta-metragem, baseado na cultura e costumes do estado, é a única produção do Amapá que concorre na 43ª edição do Festival

O “Guarnicê”, um dos mais populares e antigos festivais de cinema nacional, ocorrido em São Luís (MA), recebe a participação da comédia amapaense “Açaí”. Este filme foi uma das nove produções cinematográficas lançadas pelo Governo do Estado do Amapá com o intuito de apresentar aspectos históricos, culturais e mostrar o dia a dia do povo amapaense.

CONHEÇA O CANAL DO CATRAIA DIGITAL NO TWITTER. CLIQUE E SIGA!

A obra teve inspiração em acontecimentos do cotidiano e na forma de falar da população do estado, retratando a história de um jovem da periferia da zona norte de Macapá. É a única produção do Amapá que faz parte da programação do 43º Festival Guarnicê de Cinema e concorre na categoria de melhor curta-metragem.

“É muito gratificante ter a oportunidade de representar o Amapá com o único filme totalmente caraterístico local. O Açaí retrata nossa base cultural, com as passagens da nossa cidade, e a questão linguística, nosso modo de falar, ou seja, é bem representativo”, diz o diretor do filme André Cantuária.

Para ele, foi muito importante o incentivo do edital lançado pelo governo a fim de que fosse possível levar as características da “nossa gente” para outros estados e festivais de nível nacional, através de um filme com maior estrutura e qualidade.

O diretor destaca ainda o quanto foi essencial a mão de obra dos profissionais amapaenses para obter um resultado peculiar. Segundo André Cantuária, as produções locais ainda possuem bastante dificuldade para serem lançadas e, a partir do 1º Edital de Audiovisual do Amapá, ele espera viver um outro momento da arte.

O nosso filme é 100% amapaense, com equipe toda composta por nossa gente. Nós nos preocupamos em buscar esta valorização em relação aos profissionais daqui. Queríamos mostrar que aqui no Amapá nós também fazemos cinema”, ressaltou.

A comédia “Açaí” ficará disponível até o dia 20 de outubro na plataforma de streaming do festival (guarnice.ufma.br), na categoria de curta-metragem. O filme tem 18 minutos de duração e a classificação é livre. Para assistir, clique neste link.

Sinopse e origem de produção do curta “Açaí”

A obra relata a saga de um homem de 30 anos chamado Dionlenon, o qual mora no bairro Novo Horizonte e que está acostumado a viver ao lado da mãe. Ele sai em busca de dois litros de açaí para almoçar, mas não imaginava uma viagem tão distante assim.

O filme se originou a partir do projeto social “Cine Perifa”, que promove oficinas sobre a arte do cinema para moradores de periferia. O trabalho é coordenado pela jornalista Jhenni Quaresma, diretora executiva da obra.

SIGA O CATRAIA DIGITAL NO INSTAGRAM!

Foi por meio das oficinas que o grupo conseguiu identificar o potencial dos roteiros para a produção de curtas. “Açaí” contou com a participação de 50 amapaenses que contribuíram como diretores, atores, produtores e entre outros profissionais.

*com informações da Secretaria de Estado da Comunicação

Facebook Comments
Letícia da Paz

Letícia da Paz

Acadêmica de jornalismo na Universidade Federal do Amapá e colaboradora no site Catraia Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.