“Dentre os Grandes, És o primeiro”, conheça a HQ que conta a historia do São Paulo Futebol Clube

HQ foi lançada em comemoração aos 90 anos do São Paulo Futebol Clube.

Com uma das histórias mais vitoriosas do futebol brasileiro, o São Paulo Futebol Clube possui grandes conquistas da equipe, contadas em uma historia em quadrinhos.  Escrita por Rafael Spaca e desenhada por Rafael Dalmaso, A HQ “Dentre os Grandes, És o primeiro”, foi lançada em outubro pela editora Avec, em comemoração aos 90 anos do clube.

Equipe de 1940, comandada por Leônidas da Silva. Reprodução/ Twitter do São Paulo

A HQ além de contar historias marcantes do futebol do tricolor do Morumbi,- mostra momentos como as duas medalhas de ouro nas Olimpíadas de 1952 e 1956 conquistadas por Adhemar Ferreira da Silva, atleta do São Paulo na época.

CONHEÇA O CANAL DO CATRAIA DIGITAL NO TWITTER. CLIQUE E SIGA!

Um dos pontos interessantes do quadrinho é o fato do Santo Paulo, mascote do clube ser o narrador da história. Rafael explica a escolha pelo mascote, “ Eu queria que tivesse um narrador, e como não tem um são paulino vivo desde a fundação, até os dias de hoje, eu imaginei o Santo Paulo, como um telespectador privilegiado. E as vezes ajudando o São Paulo, como aquele gol do Muller contra o Milan ( Mundial de 1993), que e ele sopra a bola pra entrar no gol.”

Gol do Muller contra o Milan na final do Mundial de 1993 Reprodução/ Twitter do São Paulo

Sobre os desenhos, o artista iniciou os trabalhos em dezembro de 2019 e finalizou em agosto de 2020. Renato também  conta que a parte dos desenhos que mais o trouxe lembranças, foram as do Mundial de 1992. “Todas do título Mundial de 1992, por isso fiz questão de ilustrar os dois gols do são Paulo lance a lance, pois me trouxe muita nostalgia. Eu tinha 11 anos na época e foi como voltar no tempo. Queria passar essa sensação ao leitor que como eu, viveu aquele momento tão especial do São Paulo.”

Rafael Spaca é autor de livros como “O cinema dos Trapalhões. Por Quem fez e Por Quem Viu.” E “As HQs dos Trapalhões”. Em breve o autor deve lançar um documentário em vídeo chamado “Trapalhadas sem fim “, além disso HQ o jornalista deve lançar uma HQ sobre o jogador do São Paulo, Daniel Alves.  

Já o Desenhista Renato Dalmaso tem como uma de suas principais obras a HQ, O Elisio:Uma jornada ao inferno, que trata sobre os brasileiros na segunda guerra mundial.  O desenhista também concorreu ao prêmio HQ Mix como Novo Talento – Desenhista.

Confira as entrevistas na integra:

Renato Dalmaso – Desenhista

Renato Dalmaso ao lado do ex jogador Neto e do ex goleiro Velloso Reprodução/ Arquivo Renato Dalmaso

1 – Quando você recebeu o convite pra fazer a HQ , qual foi sua reação?

Renato: Eu havia acabado de terminar minha HQ O Elísio – Uma Jornada Ao Inferno e recebi o convite do meu editor Artur Vecchi, disse que era um projeto que já estava há anos esperando a aprovação do São Paulo e que precisava de um ilustrador São Paulino para fazer as artes. Fiquei muito feliz com o convite, porém um pouco receoso se seria capaz de encarar tal desafio.

2 – Qual foi a maior dificuldade no processo dos desenhos?

Renato: As dificuldades foram diversas, como ilustrar as feições de centenas de jogadores e tentar ser fiel ao real. Pintar torcidas com muitas pessoas, estádios, dar dinamismo, etc. A técnica que escolhi também é bem injusta, pois permite poucas ou nenhuma correção, então tudo o que está na HQ foi feito de primeira, sem muito ajuste.

3 – Quais técnicas você optou por usar nas páginas?

Renato: Faço tudo a mão, nao me dou muito bem em ilustrar digitalmente. Eu faço os rascunhos a lápis, depois venho pintando tudo com aquarela.

4 – Qual das páginas foi a mais complexa de trabalhar ?

Renato: Teve muitas páginas bem difíceis e demoradas, mas não me lembro de nenhuma em especial que tenho me dado mais dor de cabeça, talvez todas tenham dado. Geralmente páginas com muitos elementos, muitas pessoas, torcidas, estádios, são bem cruéis com o artista.

Rafael Spaca – Escritor

Rafael Spaca no Centro de Treinamento do São Paulo Futebol Clube Reprodução/ Arquivo pessoal Rafael Spaca

1 – Como que surgiu a ideia de escrever a HQ?

Rafael: A Daniela, que nós trabalhamos juntos no Sesc Santo André, ela sabia que eu sou são paulino e depois que ambos saímos do Sesc e apareceu o trabalho ela me indicou, pois eu já estava lançando livros.

2 – Quais foram as dificuldades de produzir a HQ?

Rafael: Nenhuma dificuldade, foi o meu trabalho mais simples. Porque eu sou são paulino apaixonado, já tinha uma bibliografia sobre o São Paulo, sempre consumi e fiz leituras sobre o São Paulo, e mandei o texto pro Renato fazer as ilustrações.   

3- Quanto tempo de pesquisa foi necessário para escrever?

Rafael: Eu tenho 40 anos, na época eu tinha 38. Mas, desde que eu me conheço por gente eu leio muito, então toda a minha vida eu li me absolvi muitas coisas do São Paulo, então, se você for levar ao pé da letra, então eu comecei os trabalhos para a HQ desde criança, porque tudo que eu li, vi e assisti, eu coloquei ali na HQ.

4 – Eu vi que você já trabalhou com livros e documentários. Essa foi a sua primeira experiência com quadrinhos? Você curtiu a experiência?  pretende trabalhar mais com esse formato?

Bom eu já tenho um personagem em quadrinhos, que eu faço junto com o Denison, chamado Adroaldo,. Ele é um morador de rua, que mora em São Paulo e conta diversas histórias, então essa é a minha segunda experiência. Por enquanto ele está disponível apenas no Facebook e Instagram, mas eu pretendo lançar um livro. Então eu comecei com o Adroaldo, fiz a do São Paulo e pretendo fazer a biografia do Daniel Alves.

Facebook Comments Box
Luan Coutinho

Luan Coutinho

Acadêmico de jornalismo e repórter no site Catraia Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.